Ministro do STF atende pedido do PSB em ação e restringe operações em favelas do Rio durante a pandemia

Ministro do STF atende pedido do PSB em ação e restringe operações em favelas do Rio durante a pandemia

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin atendeu a um pedido do PSB e proibiu nesta sexta-feira (5), em decisão liminar, as operações policiais em comunidades do Rio durante a pandemia do novo coronavírus. Elas só poderão ser realizadas “em hipóteses absolutamente excepcionais” e justificadas por escrito pela autoridade competente e comunicadas imediatamente ao Ministério Público do Rio de Janeiro. O descumprimento da determinação está sujeito a responsabilização civil e criminal.

Ver essa foto no Instagram

Ao apresentar ao STF uma ADFP que impede operações policiais no RJ durante a Pandemia de COVID-19, o PSB se posiciona mais uma vez ao lado do trabalhador e dos moradores de comunidades. Eles são as verdadeiras vítimas de uma política desigual e genocída para Segurança Pública, que passa pelo crivo do governador Wilson Witzel, e principalmente do presidente Jair Bolsonaro. Ontem, sexta-feira, tivemos uma grande vitória no Supremo com a decisão do Ministro Edson Fachin. Mas isso não basta! É preciso parar Witzel e Bolsonaro! Como mostrou o deputado Carlos Minc na última imagem deste post, é impossível reduzir a violência enquanto fuzis com alto poder de destruição seguem sendo disponibilizados através de decretos e sem nenhuma espécie de rastreamento. Witzel e Bolsonaro parecem querer expor a nossa população à barbárie, e a Polícia, ao confronto aberto contra traficantes e milicanos armados com um arsenal militar.

Uma publicação compartilhada por Partido Socialista Brasileiro (@psbrj) em

Quando forem realizadas operações, dever ser tomados cuidados por parte das autoridades, “para não colocar em risco ainda maior a população, a prestação de serviços públicos sanitários e o desempenho de atividades de ajuda humanitária”, determinou Fachin.

Fachin atendeu a uma ação do PSB que questiona a política de segurança do governador Wilson Witzel. Na petição, o partido cobra medidas do governo do Rio para a redução da letalidade policial e a preservação dos direitos humanos de investigados.

“É uma decisão histórica. Talvez seja a mais importante vitória contra o racismo institucional. O STF decide em favor da vida e deixa claro que vidas negras importam”, disse o líder do PSB na Câmara, Alessandro Molon (RJ).

As mortes em ações policiais no Rio de Janeiro aumentaram mesmo em meio a pandemia de coronavírus. A alta foi de 57,9% no mês de abril em comparação com o mesmo mês de 2019, segundo dados da Rede de Observatórios da Segurança no RJ. Os advogados Daniel Sarmento e Ademar Borges que representaram o PSB na ação apresentaram nesta semana uma pedido de liminar no caso.

“A polícia do Rio de Janeiro praticava genocídio da população negra. Isso lamentavelmente aumentou no período de pandemia em que o número de incursões policiais na favela e de mortes subiu dramaticamente. A decisão revela que vidas negras importam. Ela deve ser celebrada como um marco na defesa dos direitos humanos e da igualdade racial” , afirmam.

O pedido foi feito em parceria com a Defensoria Pública do Rio e com entidades representativas de grupos minoritários. Na ação, as entidades afirmam que o quadro já dramático de violação dos direitos humanos no Rio vem se agravando, “vitimando especialmente a população pobre, negra, que mora em comunidades”.

O texto afirma que, durante a pandemia, “as operações policiais vêm se tornando ainda mais letais e violentas”. Entre elas, a ação cita a chacina ocorrida no Complexo do Alemão, no dia 15 de maio, e o assassinato de crianças e adolescentes, como João Pedro Mattos Pinto, de 14 anos.

About author

Partido Socialista Brasileiro
Partido Socialista Brasileiro 367 posts

Em 1947 o Partido da Esquerda Democrática transformou-se em Partido Socialista Brasileiro. Somente em 1986, com a redemocratização, o PSB voltou ao cenário nacional, quando realizou o primeiro encontro nacional do partido.

You might also like

Notícias 0 Comments

Não serão admitidas alianças com o MDB à chefia do Executivo, define PSB/RJ

Em reunião no dia 28 de maio, a Executiva Estadual do PSB/RJ aprovou resolução que determina o veto a “alianças eleitorais, diretas ou indiretas, com candidatos do MDB à chefia

Municípios 0 Comments

Vitória dos trabalhadores: norma estabelece regras para entregas de delivery durante pandemia do coronavírus

Matéria publicada no Portal Voz das Comunidades Os estabelecimentos comerciais, empresas de serviço de entrega e condomínios residenciais e comerciais não poderão impedir a entrega efetiva da mercadoria diretamente na

Notícias 0 Comments

Royalties: Câmara aprova projeto de Hugo que beneficia o Rio

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou o PL 6488/16 do deputado federal Hugo Leal (PSB/RJ) e de outros seis deputados do Rio que autoriza a União

0 Comments

No Comments Yet!

You can be first to comment this post!

Leave a Reply