Alessandro Molon: o que Bolsonaro não te contará na live dele

Alessandro Molon: o que Bolsonaro não te contará na live dele

Como faz toda semana, o presidente do PSB-RJ e deputado federal, Alessandro Molon, postou nesta quinta-feira mais um vídeo com o resumo da semana e os principais acontecimentos políticos em Brasília.

O parlamentar, flamenguista de carteirinha, aproveitou para agradecer as mensagens recebidas e parabenizou o Flamengo e sua imensa torcida pela classificação na Taça Libertadores da América. Ele fez questão, também, de reconhecer a iniciativa do Esporte Clube Bahia, que, na sua última partida, vestiu uma camisa denunciando o desastre ambiental no nordeste.

No vídeo, Molon apresentou algumas vitórias para o PSB e o campo progressista, e as derrotas do governo. Foi com orgulho que ele elogiou o trabalho do deputado do PSB- PE Joao Campos, que recolheu 267 assinaturas e protocolou a CPI do Vazamento do Óleo, que irá investigar as causas do maior desastre ambiental na história do Nordeste.

A CPI será fundamental para avaliar as medidas que foram tomadas pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), assim como a postura de seu ministro, Ricardo Salles. Como tem sido noticiado, o MMA esperou 41 dias para acionar o Plano de Contingência.

Para Molon, “foi omissão do governo”. Ele inclusive criticou o presidente por ter afirmado que o incidente não era responsabilidade dele, pois havia acontecido longe do Brasil. Para o presidente do PSB fluminense, “isso afeta nosso patrimônio, o Nordeste, os corais, os peixes, as tartarugas. É um grave crime ambiental com impactos na economia, turismo e na natureza. A crise é muito séria e essa CPI será importante para tomar as medidas de recuperação e prevenção de novos acidentes”.

Ainda com relação ao meio ambiente, o deputado reforçou a importância da aprovação do Projeto de Lei do Mar, de sua coautoria. O objetivo da iniciativa é proteger o mar e todos os seus biomas. Como se sabe, os oceanos e a costa brasileira sofrem com a quantidade de lixo plástico, vazamentos de óleo e diversos outros problemas ambientais, necessitando uma legislação específica.

O PSB também pode comemorar outra grande derrota que a oposição impôs ao governo de Jair Bolsonaro: o adiamento do Projeto de Lei de armas. A ideia governista, conforme foi anunciado insistentemente durante a campanha presidencial do ano passado, é facilitar a venda e liberar a compra de armas de fogo para milhares de brasileiros.

Para Molon, isso é um retrocesso que pode ocasionar no aumenta da violência. Segundo ele, “quanto mais armas, mais mortes. A arma não aumenta a segurança”. O PSB defende a manutenção e fortalecimento do Estatuto do Desarmamento e se oporá às tentativas de desvirtuá-lo.

Apesar das vitórias mencionadas, foi aprovado nesta semana, contra o voto do PSB, o Acordo da base de Alcântara, firmado entre Brasil e Estados Unidos. É importante frisar que o partido socialista brasileiro não é contra o desenvolvimento nacional, e tampouco contra o aluguel de nossas bases para lançamentos de satélites. O problema, conforme Molon afirma no vídeo, “é a postura de subserviência que assumimos neste episódio”.

No acordo, as leis tributárias que irão valer sobre a base serão norte-americanas, assim como sobre o território cedido. O acordo ainda permite aos EUA não precisar informar ao Brasil se neste local haverá material radioativo, ou prejudicial à saúde humana. Por fim, o dinheiro que conseguirmos com este acordo não poderá ser investido em um programa espacial brasileiro, que é fundamental para o desenvolvimento do país. Para Molon, são termos inaceitáveis que não poderiam ter sido aceitos.

Outro assunto importante abordado pelo deputado no vídeo é a crise social no Chile. Com profundas desigualdades econômicas, sistema de saúde e educação privados, restringindo acesso à população mais pobre, o país sul-americano enfrentou protestos diários nesta semana. O ministro Paulo Guedes, inclusive, chegou a afirmar que o Chile era uma Suíça. O PSB acredita que o Chile não é exemplo para nós, especialmente em relação à Capitalização da Previdência, e os chilenos estão provando isso na rua ao longo desta semana.

About author

Partido Socialista Brasileiro
Partido Socialista Brasileiro 125 posts

Em 1947 o Partido da Esquerda Democrática transformou-se em Partido Socialista Brasileiro. Somente em 1986, com a redemocratização, o PSB voltou ao cenário nacional, quando realizou o primeiro encontro nacional do partido.

You might also like

Notícias 0 Comments

Hugo Leal: “trânsito é uma questão de saúde pública”

Autor da Lei Seca e coordenador da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro, o deputado federal Hugo Leal (PSB/RJ) foi entrevistado sobre a Semana Nacional de Trânsito pelo programa “Com

Agenda 0 Comments

Reta final do 1º turno: Felipe panfleta no Catamarã, faz caminhada na Região Oceânica e participa de debate no CEN

  Candidato do PSB ainda se reuniu com motoristas de transporte escolar, almoçou com lideranças evangélicas e inaugurou Comitê no Fonseca  A agenda do candidato a prefeito de Niterói, Felipe Peixoto,

Notícias 1Comments

PSB se fortalece no Rio

Em março, quando assumiu a presidência do PSB-RJ, o senador Romário Faria, afirmou que um dos principais objetivos da nova executiva era fazer com que o partido cresça e se

0 Comments

No Comments Yet!

You can be first to comment this post!

Leave a Reply