Aldo Rebelo entra no PSB e defende ampla união nacional

Aldo Rebelo entra no PSB e defende ampla união nacional

Vice-presidente do PSB, o vice-governador Márcio Franco saúda Aldo Rebelo Foto: Humberto Pradera

Ex-ministro e ex-presidente da Câmara dos Deputados, Aldo Rebelo assinou ficha de filiação ao PSB, na tarde desta terça-feira (26), em um ato realizado em Brasília. A ficha de filiação do novo socialista foi abonada pelo presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, e pelo vice-governador de São Paulo, Márcio França.

Em seu discurso, Rebelo lembrou das lutas históricas em que esteve junto com os socialistas, da longa proximidade com o PSB, recordou a amizade com Miguel Arraes e Eduardo Campos e defendeu que é preciso buscar “ampla união” das forças sociais, políticas, religiosas, econômicas e populares, com a liderança do PSB, para fazer com que o Brasil se desenvolva e saia da “desorientação que ainda vive mergulhado”.

“Apesar das potencialidades, o país ainda está fragmentado, alimentando ódios que não nos conduzem aos objetivos mais importantes do nosso povo e da nossa pátria. Essa desorientação precisa cessar. É preciso que o Brasil busque a ampla união capaz de dar as energias necessárias ao povo para superarmos os desafios e alcançarmos o desenvolvimento pleno, equilibrado e democrático”.

O evento contou com a presença do vice-presidente de Relações Governamentais, Beto Albuquerque, do secretário-geral, Renato Casagrande, dos governadores Ricardo Coutinho (PB) e Rodrigo Rollemberg (DF), além de senadores, deputados federais, membros do Diretório Nacional e representantes do corpo diplomático. Márcio França celebrou a nova filiação. “Aldo tem o Brasil na cabeça e no coração, conhece cada canto do país e, mesmo pertencendo anteriormente a um partido de esquerda como o PC do B, sempre teve amplo diálogo com todos os partidos. É habilidoso, generoso e consegue conviver com as divergências, intermediando relações importantes no Brasil”, reconheceu.

Rebelo destacou sua proximidade com o PSB e com as bandeiras históricas do partido. “A identidade nos anseios e nas lutas comuns nunca fizeram, para mim, do PSB uma legenda estranha ou distante”, afirmou. Ao citar que ingressou no partido sem pretensões ou reivindicações, Rebelo lembrou a fala do ex-governador de Pernambuco e ex-presidente do partido socialista, Miguel Arraes, que ao retornar do exílio disse “tenho apenas duas mãos e o sentimento do mundo”. “Eu também não trago mais do que isso e o meu senso de dever de continuar servindo ao país numa legenda que me abriga e me oferece um espaço para continuar cumprindo minhas tarefas como brasileiro, cidadão e agora militante e filiado do PSB”, ressaltou Aldo Rebelo, também ex-presidente da União Nacional dos Estudantes e ex-ministro das Relações Institucionais, da Ciência e Tecnologia e da Defesa.

 

About author

Partido Socialista Brasileiro
Partido Socialista Brasileiro 114 posts

Em 1947 o Partido da Esquerda Democrática transformou-se em Partido Socialista Brasileiro. Somente em 1986, com a redemocratização, o PSB voltou ao cenário nacional, quando realizou o primeiro encontro nacional do partido.

You might also like

Notícias 0 Comments

PSB reúne diretório nacional e pode adiar congresso

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, convocou o Diretório Nacional para reunião no dia 26 de setembro, às 14h, em Brasília. Os membros do colegiado vão deliberar sobre a proposta

Notícias 0 Comments

Câmara analisa projeto acabando com propaganda partidária no rádio e TV

  A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 6673/16, que põe fim à propaganda partidária gratuita – aquela fora do período eleitoral – no rádio e televisão. A

Agenda 0 Comments

Pré-congresso do PSB na Baixada reúne mais de 100 pessoas

Mais de 100 dirigentes e militantes do PSB na Baixada Fluminense participaram, neste sábado (29/4), do primeiro pré-congresso regional que o partido está realizando para preparar os congressos municipais e para

0 Comments

No Comments Yet!

You can be first to comment this post!

Leave a Reply