PSB celebra 70 anos com ato político e cultural em Brasília

PSB celebra 70 anos com ato político e cultural em Brasília

Festa do PSB em Brasília

O governador do DF, Rodrigo Rollemberg, e o presidente do PSB/RJ, deputado Hugo Leal

Militantes do PSB e todo o país se reuniram nesta quinta-feira (10), em Brasília, para celebrar os 70 anos de história do partido. Estiveram presentes integrantes da Executiva e do Diretório Nacional, governadores, senadores, deputados federais e estaduais, prefeitos, vereadores e representantes de movimentos sociais. Como parte das comemorações, aconteceu a conferência magna “Desafios da Esquerda Democrática no Brasil e no Mundo”, com o deputado do Partido Socialista Obrero Espanhol (PSOE), Ignácio Sánchez Amor, o pós-doutor em Ciência Política pela Universidade de Oxford (Inglaterra), Oscar Vilhena Vieira, e o jornalista e analista internacional Carlos Monge Arístegui, do Partido Socialista do Chile.

O evento começou com os hinos nacional e da Internacional Socialista e durante toda a cerimônia bandeiras foram agitadas pelos participantes. O salão azul do Hotel Nacional, onde acontecem as comemorações, foi decorado com uma exposição temática sobre a trajetória política do partido no país. Selo e carimbo comemorativos dos 70 anos foram lançados pelos Correios, e um vídeo-documentário foi exibido contando os principais momentos das sete décadas do PSB.

Durante a celebração, músicos e repentistas se apresentaram entre os discursos. O quarteto de choro do projeto Jaime Ernest Dias entoou a canção “Madeira que cupim não rói”, do compositor Lourenço da Fonseca Barbosa, conhecido como Capiba.  O poeta Antônio Marinho recitou versos que compôs especialmente para a data comemorativa. Também apresentou o soneto Marginal Aposentado, do poeta Diniz Vitorino, e interpretou a música Luzes da Ribalta, de Charles Chaplin: “Para que chorar o que passou/lamentar perdidas ilusões/se o ideal que sempre nos acalentou/renascerá em outros corações”. O representante da Negritude Socialista Brasileira (NSB), Mandruvá Samba, de Sabará (MG), cantou o clássico da música popular brasileira, “O que é o que é”, de Gonzaguinha, acompanhado das centenas de presentes.

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, relembrou a história do PSB desde sua criação, em 6 de agosto de 1947, sob o lema Socialismo e Liberdade. Destacou a figura de João Mangabeira, primeiro presidente do partido. “Nós somos, sem nenhuma modéstia, precursores da ideia extraordinária de não aceitar socialismo sem liberdade”, afirmou.Siqueira destacou nomes de socialistas históricos como o primeiro prefeito de capital eleito pelo PSB e reeleito duas vezes no Recife, Pelópidas da Silveira, o advogado Francisco Julião que liderou o movimento social das ligas camponesas, em Pernambuco, e o ex-governador e ex-presidente do partido, Miguel Arraes, quando liderou o Acordo do Campo, que obrigou usineiros a cumprirem as leis trabalhistas para os canavieiros da Zona da Mata.

Entre 1947 e 1964, recordou, o partido participou de momentos importantes da história política do Brasil, como a campanha O Petróleo é Nosso, em defesa do controle nacional, e a Campanha da Legalidade, para exigir a posse de João Goulart. Em 1965, o partido foi colocado na ilegalidade pela ditadura militar. Mas, em 2 de julho de 1985, o PSB é refundado e conserva o mesmo programa de 1947, de caráter socialista e democrático, lembrou o presidente. “Na sua reconstrução nesses mais de 30 anos de militância e de presença firme e coerente na política nacional, o PSB teve muitos problemas”, reconhece. Entretanto, avaliou Siqueira, as dificuldades enfrentadas pelo partido ao longo de sua história não o impediram de chegar aos 70 anos unido e coerente com seus princípios de sua fundação.

About author

Partido Socialista Brasileiro
Partido Socialista Brasileiro 114 posts

Em 1947 o Partido da Esquerda Democrática transformou-se em Partido Socialista Brasileiro. Somente em 1986, com a redemocratização, o PSB voltou ao cenário nacional, quando realizou o primeiro encontro nacional do partido.

You might also like

Notícias 0 Comments

Jogo do Poder: Hugo critica “ação isolada” do governador

Coordenador da bancada do Rio na Câmara e presidente estadual do PSB, o deputado federal Hugo Leal criticou o governador Luiz Fernando Pezão por sua ação isolada na busca de

Notícias 0 Comments

Vila Isabel escolhe samba-enredo que levará história de Miguel Arraes à Sapucaí

A escola de samba Unidos da Vila Isabel escolheu, na madrugada do último domingo (4), o samba-enredo que levará para a Sapucaí a história do ex-governador de Pernambuco Miguel Arraes.

Notícias 0 Comments

Governo libera R$ 91 milhões de emenda de bancada para saúde do Rio

As unidades de saúde do Rio de Janeiro receberam R$ 91 milhões em repasses da União para aplicação no Sistema Único de Saúde. O anúncio foi feito na manhã desta

0 Comments

No Comments Yet!

You can be first to comment this post!

Leave a Reply