Hugo defende Programa de Apoio Emergencial para segurança no Rio

Hugo defende Programa de Apoio Emergencial para segurança no Rio

Hugo Leal e outros parlamentares com o ministro Torquato Jardim

Após anúncio pelo presidente Michel Temer de que o governo federal começará a implantação do Plano Nacional de Segurança Pública pelo Rio de Janeiro, a bancada federal do Estado esteve, nesta terça-feira (6), com o ministro da Justiça Torquato Jardim, o secretário-executivo José Levi e com o Secretário Nacional de Segurança Pública general Carlos Alberto dos Santos Cruz; para reiterar a preocupação com a grave situação vivida pelo Rio de Janeiro na área da segurança pública.

Coordenador da bancada, o deputado federal Hugo Leal (PSB/RJ), reforçou, como alternativa para o estado, a proposta da criação, no âmbito do Ministério da Justiça e da Segurança Pública, do Programa de Apoio a Situações Locais Emergenciais – PASLE, com o objetivo de apoiar os órgãos de segurança pública estaduais na redução dos índices de criminalidade, a partir da destinação de recursos para pagamento, por prazo determinado, de uma Gratificação de Reforço de Efetivo Temporário (GRET), com a finalidade de ampliar o efetivo policial que irá atuar na prevenção ou repressão de tipos criminais específicos. A proposta, sugerida em uma indicação legislativa de autoria do deputado, poderia, inclusive, financiar o combate ao roubo de cargas no Rio. “Seriam montadas equipes policiais de acordo com os locais de maior incidência ao roubo de cargas. A meta é reduzir esses índices em 70%, além de melhorar a sensação de segurança nos locais de atuação e aumentar a circulação de cargas no Rio”, explicou Hugo Leal.

O coordenador da bancada do Rio explicou que sua proposta – já encaminhada ao governo como indicação legislativa – é semelhante aos recrutamentos policiais realizados pelos órgãos de segurança pública federais. “Quando a PF ou a PRF querem reforçar a equipe policial numa operação, as corporações deslocam policiais de outros estados para atendimento daquela situação emergencial. Em âmbito estadual, como não é possível trazer policiais de outros estados, serão utilizados policiais do próprio órgão em período de folga/descanso, sendo devido uma remuneração extra pelo serviço prestado. O custo será menor e o reforço será feito por policiais que conhecem a realidade do crime no estado”, defendeu o deputado Hugo Leal.

O ministro Torquato Jardim disse aos parlamentares que pretende manter o diálogo com a bancada e que estará constantemente no Rio de Janeiro para acompanhar o andamento do Plano Nacional de Segurança Pública, encabeçado pelo general Santos Cruz, que será enviado ao Rio para mapear a situação do estado e traçar um diagnostico da área de segurança. O general afirmou que não faltarão recursos federais para os órgãos da União operarem no Rio e disse, ainda, que o estado precisa de comprometimento integrado e um planejamento sério de inteligência a longo prazo.

About author

Partido Socialista Brasileiro
Partido Socialista Brasileiro 114 posts

Em 1947 o Partido da Esquerda Democrática transformou-se em Partido Socialista Brasileiro. Somente em 1986, com a redemocratização, o PSB voltou ao cenário nacional, quando realizou o primeiro encontro nacional do partido.

You might also like

Notícias 0 Comments

Felipe Peixoto marca encerramento de campanha com ato que reuniu cerca de 300 pessoas na Praça Araribóia

Candidato agradeceu apoios e falou sobre cassação da liminar que proibia alertar eleitor que Rodrigo Neves está citado na Lava Jato   Após percorrer ruas do Centro da cidade em

Notícias 0 Comments

Hugo Leal: “trânsito é uma questão de saúde pública”

Autor da Lei Seca e coordenador da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro, o deputado federal Hugo Leal (PSB/RJ) foi entrevistado sobre a Semana Nacional de Trânsito pelo programa “Com

Notícias 0 Comments

PSB/RJ vai reunir prefeitos, vice-prefeitos e vereadores eleitos

  Com o objetivo de fazer um balanço das eleições de 2016 e discutir os desafios para 2017, a Comissão Executiva do PSB no Rio, através de seu presidente, o

0 Comments

No Comments Yet!

You can be first to comment this post!

Leave a Reply